Como cuidar de gatos

Sempre deixo no meu blog alguma coisa  sobre meus gatos no me instagram, no meu snap e ocasionalmente eles aparecem comigo nos vídeos, inclusive têm vídeos inteiros dedicados só pra eles!

Decidi falar sobre algo que muita gente me pergunta, que é sobre como cuidar de gatos! Essas criaturinhas lindas que fazem parte da minha vida desde que eu tinha 6 anos de idade.

Abaixo separei algumas dicas pra você entender como cuidar dessa coisinha:

Como cuidar de um gato:

como cuidar de um gatoRepetir o mesmo gesto. Se deseja que o seu gato o entenda, você deverá utilizar sempre os mesmos gestos de forma coerente. Se você repetir o sinal com as mãos nas mesma situações, ele acabará entendendo. O gato é um animal inteligente e observador, portanto, aprenderá a fazer a associação e, com paciência, você conseguirá uma boa comunicação.

Não o deixe sair de casa. Para poder cuidar de seu gato surdo adequadamente é imprescindível não deixá-lo sair de casa. Se o exterior já é perigoso para um gato sem dificuldades, imagine para o seu gato que não pode escutar os perigos da rua como, por exemplo, a buzina de um carro.

Chame sua atenção sem ser brusco. Se quer chamar a sua atenção, pode fazê-lo pisando no chão para que note a vibração, ou pode usar a luz de uma lanterna. Mas não o faça bruscamente porque poderia afetar seu caráter.

Gatos vivem exclusivamente dentro de apartamentos são uma realidade hoje em dia, considerando que estão cada vez mais se tornando o animal de estimação preferido pelas pessoas no mundo todo.

Além das suas características marcantes (quem tem gatos sabe bem disso rs), eles são muito limpos e seus hábitos de higiene requerem muito menos cuidados que um cachorro.

Gatos urinam e defecam nas suas caixas de areia, não necessitam de passeios, exigem menos banhos, podem ficar sozinhos em casa o dia todo, às vezes mais de um dia, desde que tenham água, comida e caixas de dejetos suficientes.

Porém, a domesticação dos gatos transformou os hábitos de vida livre que a espécie possui em “confinamento”, tendo todas as suas atividades restritas ao que o seu proprietário oferece, e não àquilo que a natureza dispõe.

QUANDO O GATINHO ESTÁ ADAPTADO E FELIZ, ELE:

  • Dorme cerca de 16 horas por dia;
  • Realiza a lambedura da sua pelagem em torno da metade do tempo que está acordado;
  • Responde aos estímulos de brincadeira;
  • Caça objetos;
  • Sobe em móveis;
  • Interage com os humanos da casa e com outros animais;
  • Pede carinho;
  • Ronrona;
  • Urina e defeca em local adequado;
  • Alimenta-se bem.

QUANDO O BICHANO ESTÁ SOFRENDO COM A RESTRIÇÃO DE ESPAÇO, ELE:

  • Esconder-se frequentemente;
  • Demonstra medo e agressividade;
  • Urina e defeca fora da caixa de areia (isso pode representar a marcação de território e acontece em vários locais da casa, em um local específico ou próximo a caixa de dejetos);
  • Apresenta comportamentos compulsivos, como lambedura excessiva, sucção tecidos, excesso de apetite, perseguição de sombras, etc.

Bom gente é isso!

Se você quiser aprender mais sobre como cuidar de um gato, acesse este site ao lado!  http://meugatofofo.info/

Dúvidas?

Deixe um comentário aí!

Beijos!